Compreendendo a Displasia do Desenvolvimento do Quadril (DDQ) e seu tratamento cirúrgico em crianças:

A Displasia do Desenvolvimento do Quadril (DDQ) é uma condição em que a articulação do quadril em um recém-nascido ou bebê não está totalmente formada ou estável. Isso pode afetar um ou ambos os quadris e, se não for tratado, pode causar dor, rigidez e artrite de início precoce. Felizmente, o diagnóstico e o tratamento precoces, muitas vezes cirúrgicos, podem garantir o desenvolvimento saudável do quadril e melhorar os resultados a longo prazo para as crianças.

Compreendendo a DDQ:

Causas: A causa exata da DDQ é desconhecida, mas os fatores de risco incluem apresentação pélvica, histórico familiar e práticas de enfaixamento das pernas pós nascimento.

Diagnóstico: O diagnóstico precoce é crucial. Os médicos realizam exames físicos, ultrassonografias e raios X para avaliar a estabilidade e o desenvolvimento do quadril.

Sintomas: Bebês com DDQ podem apresentar discrepâncias no comprimento das pernas, limitação do movimento do quadril ou sons de clique na articulação do quadril.

Opções de tratamento para DDQ:

Tratamento não cirúrgico: Para recém-nascidos e bebês pequenos, técnicas de posicionamento suave, como o Suspensório de Pavlik, podem ajudar a estabilizar a articulação do quadril e promover o desenvolvimento adequado.

Tratamento cirúrgico: Quando os métodos não cirúrgicos falham ou não são adequados, a cirurgia é necessária. Os procedimentos cirúrgicos comuns incluem:

Redução fechada: Manipulação da articulação do quadril sob anestesia para obter o posicionamento adequado.

Redução aberta: Uma incisão cirúrgica permite ao médico acessar diretamente a articulação do quadril para reposicionamento e estabilização.

Osteotomia acetabular: Remodelação da cavidade óssea da bacia para melhorar a estabilidade do quadril.

Osteotomia femoral: Redirecionamento do osso da coxa para melhor alinhamento.

Importância da intervenção precoce:

O diagnóstico precoce e o tratamento da DDQ são cruciais para resultados ideais. A intervenção precoce pode:

  • Aumentar as chances de conseguir uma articulação do quadril estável e sem dor;
  • Reduzir o risco de complicações a longo prazo, como artrite e dores no quadril;
  • Garantir o desenvolvimento e função normais do quadril.

Lembre-se:

Esta informação destina-se apenas ao conhecimento geral e não substitui aconselhamento médico. Marque uma consulta para outras dúvidas sobre diagnóstico e tratamento de DDQ.

Ficou com alguma dúvida? Agende uma consulta com o Dr.João Pedro – Ortopedista Infantil para um diagnóstico seguro e o tratamento mais adequado para o seu filho.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Posso ajudá-lo?