Dor no Joelho, doença de Osgood-Schlatter

A doença de Osgood-Schlatter afeta crianças e adolescentes em crescimento pelo mundo todo. É uma inflamação que ocorre logo abaixo do joelho, na região que une o tendão da rótula (patela) com a Tíbia (osso da canela).

É comum surgir os sintomas dolorosos nos períodos em que as crianças passam por processos de crescimento acelerado, desenvolvendo as estruturas das articulações e músculos de forma rápida.

Aliado a esse fato, crianças que praticam atividades físicas como: atletismo, corridas, saltos, entre outras práticas esportivas, são mais propensas à doença, pois as atividades causam uma tração maior na articulação do joelho, contribuindo para o surgimento do problema.

Mesmo crianças que não praticam atividades físicas de alto impacto, podem sofrer com essa doença.

Em grande parte dos casos as dores podem ser resolvidas com tratamentos simples, que envolvem repouso, medicamentos, alongamentos e fortalecimento dos músculos, permitindo a retomada das atividades cotidianas.

Causas da Osgood-Schlatter

As crianças e adolescentes possuem na extremidade dos ossos estruturas chamadas placas de crescimento (fise), formadas por cartilagem que são responsáveis pelo crescimento dos ossos. Quando o adolecente atinge a idade que o desenvolvimento é interrompido, essas estruturas se tornam osso sólido.

As placas de crescimento são cobertas por tubérculos (protuberâncias ósseas), estrutura onde os tendões (tecidos que ligam os músculos aos ossos) se fixam, no caso do joelho, esses tecidos fazem a ligação com os músculos maiores da coxa (quadríceps).

Quando as crianças estão praticando alguma atividade de impacto, o quadríceps puxa o tendão patelar forçando o revestimento das placas de crescimento. Em alguns pacientes, a repetição deste movimento gera uma inflamação e inchaço da Tuberosidade Anterior da Tíbia (TAT) devido à tração causada pelos tendões. Em alguns casos essas estruturas podem ficar proeminentes na pele.

Sintomas da Osgood-Schlatter

Geralmente a prática de atividades físicas de alto impacto como: corridas, saltos e outras atividades que forçam a articulação do joelho, podem causar a inflamação e o início das dores. Alguns dos sintomas podem ser:

  • Dor no joelho;
  • Sensibilidade e inchaço na tuberosidade tibial
  • Músculos da coxa tensos.

Diagnóstico

O ortopedista infantil realizará um exame físico no joelho da criança, aplicando pressão sobre a tuberosidade tibial, observando se a criança sente algum desconforto. Também pode ser solicitado para o paciente caminhar, correr, pular e ajoelhar-se, movimentos que podem causar sintomas dolorosos.

Para confirmar o diagnóstico da doença, o ortopedista pode solicitar um exame de radiografia, para descartar outros problemas que podem ter sintomas parecidos com a Osgood-Schlatter.

Tratamento para a Osgood-Schlatter

O tratamento para a doença é simples e tem o objetivo de reduzir o inchaço e eliminar as dores do paciente.

O ortopedista pode recomendar para as crianças com dores mais intensas e com o caminhar manco, uma interrupção na prática de atividades físicas por um período de tempo (que pode ser até alguns meses em casos graves) até a melhora dos sintomas.

Juntamente com o repouso é recomendado o reforço muscular, que pode envolver exercícios de fisioterapia. Em alguns casos a interrupção da prática de atividades esportivas não é necessária, assim, o ortopedista avalia o melhor tratamento de forma individualizada.

Outros métodos de tratamento que podem ser recomendados em conjunto são:

  • Exercícios de alongamento: alongamentos específicos dos músculos da coxa, podem aliviar as dores e prevenir o retorno da doença;
  • Uso de medicamentos: anti-inflamatórios não esteróides, reduzem a dor e o inchaço;
  • Uso de gelo: aplicar gelo sobre a área inflamada pode ajudar a reduzir o inchaço e a dor.

Os sintomas podem desaparecer completamente quando os adolescentes atingem a idade de 16 anos para os meninos e 14 anos para as meninas, sendo o período de estabilidade da fase do crescimento acelerado.

Se o seu filho está com os sintomas relacionados à doença de Osgood-Schlatter ou você ficou com alguma dúvida sobre este problema, marque uma consulta para um diagnóstico correto e tratamento adequado, prevenindo ou eliminando possíveis desconfortos para o seu filho.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Posso ajudá-lo?